O DISCURSO CRIMINOSO DO PRESIDENTE

por Artemis Zamis

O Brasil e o mundo assistiram ontem pela TV, o mais nefasto, inescrupuloso e insano discurso que um presidente eleito democraticamente possa ter feito a seu povo, em meio a uma das mais duras pandemias já vistas no mundo moderno provocada pelo Covid-19. Na contra mão do que recomendam a OMS e todas as autoridades de saúde, inclusive de sua própria equipe, que enfaticamente determinaram que as pessoas sejam isoladas em suas casas, que o comercio seja fechado, que o sistema de transporte funcione apenas no que é essencial, vai o presidente a TV pedir que o país volte a sua normalidade, que as pessoas saiam de suas casas e voltem ao trabalho, que as crianças voltem as escolas. O mundo inteiro enfrenta a pandemia com medidas sérias e impactantes. Governos decretam o isolamento social a seus povos, impõem medidas restritivas ao comercio em geral e trabalham duro para conter a disseminação do vírus, enquanto o nosso governante chama a pandemia de gripezinha. Na Itália morrem por dia mais de 700 pessoas, na Espanha o vírus matou 738 pessoas nas ultimas 24 horas, só para citar 2 países. No mundo já são 375 mil casos contabilizados até este momento.

É a vida das pessoas que está em jogo. A Economia sofrerá com certeza grandes impactos não só no Brasil mais em todo o mundo e é obrigação dos governos com suas equipes econômicas, encontrarem as soluções. Mas a vida das pessoas está em primeiro lugar e um governo, seja ele de qualquer corrente ideológica, não pode optar por salvar a economia do seu país sacrificando vidas. O Art 5º da Constituição Federal, antes de elencar todos os direitos individuais do cidadão brasileiro, ressalta: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, a liberdade, à segurança e à propriedade…”

Foi insano e irresponsável o pronunciamento do presidente. Falou como um chefe de Orcrim e lembrou os maiores líderes nefastos do mundo com uma pregação genocida e logico, enlouquecida. Em lugar de promover o entendimento e a calma, levou pânico e beligerância a quem em confinamento já se encontra com a mente em polvorosa. Se portou e se porta o presidente, como um desequilibrado que não tem o domínio das palavras e não se importa com os efeitos que as mesmas podem causar a população em geral e ao mundo. Individualista, deixa de dar importância ao que pensam as maiores autoridades de saúde do Brasil e do mundo, no caso a Organização Mundial de Saúde. É a vida que tem que ser protegida custe o que custar. Pela ordem da natureza, das Leis e do entendimento mundial, é a vida que tem que se sobrepor a economia e não o contrário.

Como se não bastasse o pronunciamento criminoso, o presidente criou um clima de total beligerância com os governos de São Paulo e Rio de Janeiro e agora de Goiás que era seu aliado, para defender inconteste, suas convicções equivocadas e exclusivistas sobre como conduzir a atual crise, ignorando por completo as orientações das autoridades brasileiras e mundiais. Como entender que em uma crise de saúde mundial tão profunda, onde pessoas estão sendo dizimadas, parentes não estão nem podendo enterrar seus entes queridos, pessoas deixando seus lares para morrerem nos hospitais, idosos preocupados com o bem estar deles de seus filhos e netos, filhos preocupados com seus pais e avós, todos preocupados como sobreviver amanhã e lamentavelmente liga sua TV e vê o seu presidente desprezar o seu povo, humilhando-os sem lhes dar a mínima importância a sua saúde e a sua vida.      

A crise de saúde que ora passamos dispensa ideologias e partidarismos. Dispensa afrontas, distopias e humilhações. Dispensa mais veementemente a ignorância e crueldade de um presidente que foi eleito para governar não para um grupo, mas para todos os brasileiros. A polarização é dispensável em um momento difícil como este, para que se dê a crise a atenção devida em beneficio da vida e não de setores da sociedade.

O pronunciamento do presidente ontem fez surgir a sua verdadeira personalidade. E foi assustador ver que temos no poder uma pessoa incontrolável e perigosa. Demonstrou categoricamente que não está à altura do cargo e que não reúne as mínimas condições de exerce-lo. Não sei que rumo será dado ao país, mas como cidadão e pelo bem do país e de seu povo, há de se cobrar das autoridades constituídas uma reformulação urgente do poder executivo. O impeachment é traumático e demorado no meu entender e o país ficará a sangrar até o desfecho incerto desse processo. O cancelamento da chapa Bolsonaro/Mourão pelo TSE, parece ser o melhor e menos traumático caminho, com convocação imediata de novas eleições. Elementos e provas não faltam. Falta sim que o TSE seja provocado e depois cobrado pela população por um julgamento justo.

O mundo inteiro e autoridades da saúde voltam hoje a alertar os líderes sobre a necessidade do isolamento social e pede união de seus líderes.

Unamo-nos pelo país e mais pela vida. Unamo-nos pelas nossas famílias e nosso bem estar de agora e de nosso futuro.            

A vida pede que fiquem em casa.

8 comentários em “O DISCURSO CRIMINOSO DO PRESIDENTE”

  1. Parabéns, Ártemis! Suas palavras representam nossas palavras! Nossa indignação aí está retratada..
    Tenho 71 anos, e não será este idiota que determinará a hora da minha morte! Meus netos ficarão em casa. Meus filhos ficarão em casa. Eles me querem viva!
    Abraços

    1. I believe you put into words the expectations of the majority of the Brazilian people. Congratulations, excellent article.

    2. Obrigado pelo elogio amiga.
      Decidimos pela vida e vamos vive-la.
      “Eu vejo a vida melhor no futuro
      Eu vejo isso por cima de um muro
      De hipocrisia que insiste em nos rodear…”
      Grande Lulu santos

  2. Parabéns Artemis, que este artigo possa alcançar o maior número de brasileiros, quem sabe assim a consciência social, que parece estar adormecida, possa ser despertada de uma vez por todas e que a verdade saia do poço!

    Infelizmente sabemos que este embuste foi eleito na conjuntura do Grande Acordo Nacional Com Supremo e Tudo. Todos os brasileiros com o mínimo de consciência política, sabiam que este personagem do que há de mais podre na política era o Candidato do Mercado. Podemos falar o que quisermos de #BolsonaroGenocida, mas não podemos, jamais dizer que ele escondeu quem ele era! Ele nunca escondeu. Ele sempre foi o mais explícito possível em todas as suas colocações! Nos 57,7 milhões de votos há uma parcela considerável de idiotas úteis, mas a maioria esmagadora é dos que se identificaram com a pandilha representada por ele, principalmente os das Empresas da fé! Não creio que este momento seja o de caça às bruxas e de começar a caçar os que estão contra este elemento e as suas sandices, mas tão pouco creio que este momento seja o de aceitarmos pacificamente esta situação! Temos que tornar explícito o Golpe, que, vale salientar, segue em curso. O Golpe que começou em 2010 quando um ex-operário conseguiu eleger uma ex-guerrilheira búlgara, como bem frisou Gregório Duvivier, e culminou em 2014 com a sua reeleição! O PSDB/PIG/FIESP/MBL ( e Danilo Gentili se encarregou da perseguição vestida de humor) começou a perseguição implacável contra o PT/Esquerda e o que começou no governo de FHC, tomou proporções apocalípticas, oportunamente, depois de dois mandatos seguidos de Lula, o que eles não esperavam era os 87% de aprovação do Governo Lula e que ele se convertería em uma espécie de Ícone Nacional e em certo âmbito, Internacional, da Gestão Pública que coloca as minorias na “Folha de pagamento do Brasil”! O Administrador Público que colocou o Norte e o Nordeste no Mapa do Brasil, que tornou os índios cidadãos brasileiros, Com isso concluo que, a mídia/PIG/Poderosos, deixou Lula ganhar, deram uma trégua, mas depois do crescimento dele, o que começou em 1996, O Escândalo da Petrobrás, magicamente voltou à tona, como acontece com “Celso Daniel”, cada vez que surge um escândalo envolvendo a direita!

  3. Excelente, Ártemis. Indignado e perplexo como deve estar a parcela do povo que não suporta mais ver o país sendo governado por um psicopata. Hoje num dos jornais, não lembro qual, disse que já há 30 empresários encampando a tese do mentecapto. Essa é a nossa elite.

  4. Parabéns Artemis.
    Belo artigo, repetindo o que disse:

    Unamo-nos pelo país e mais pela vida. Unamo-nos pelas nossas famílias e nosso bem estar de agora e de nosso futuro.        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *